Lena Jesus Ponte nasceu em Vitória (ES), em 1950. Filha de Luiz Simões Jesus e Itagilca Ferreira Jesus,
reside no Rio de Janeiro. Professora de Língua Portuguesa, lecionou em escolas da rede municipal de educação
e no Colégio Pedro II.

Teve poemas incluídos na revista Poesia Sempre (número 17), da Fundação Biblioteca Nacional, e na Revista Brasileira (número 37), da Academia Brasileira de Letras. Integra a Antologia de escritoras capixabas, organizada pelo professor Francisco Aurélio Ribeiro, da Universidade Federal do Espírito Santo; a coletânea Páginas da infância, organizada por
Elza Rodrigues; os volumes I e II da coletânea O correio, edições anteriores; a coletânea Haicais ilustrados, organizada
por P.R. Cecchetti (Nitpress), a Antologia literária da ANE, Antologia I FEC de Poesias, organizada por Raymundo Nery Stelling Júnior e o O cotidiano em prosa e verso II coletânea quatiense. Escreveu, com Nadya Ferreira Jesus, o
Caderno do Professor “Guerra e Paz – Portinari” e 2 Cadernos do Professor “Portinari – Arte e Meio Ambiente”, com
Nadya Ferreira Jesus, Suely Avellar e Isabel Reis, pelo Projeto Portinari.

Livros da autora: Meu mundo, Revelação, O corpo da poesia, Estações interiores - haicais,
Paçoca: a foca que sonhava em ser poeta, Na trança do tempo - haicais, Ávida palavra, Arca de Haicais e
Passeio poético por Niterói
.